Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Programa de Regionalização instrui gestores em todo país
Início do conteúdo da página

Programa de Regionalização instrui gestores em todo país

Equipe técnica do MTur já visitou dez cidades brasileiras, gerando engajamento 
dos municípios à política nacional do setor

  • Publicado: Quinta, 27 de Dezembro de 2018, 18h23
  • Última atualização em Quinta, 27 de Dezembro de 2018, 18h23
  • Acessos: 141

 


Coordenadora Ana Carla (vestida de preto) conversa com representantes do setor turístico em Campo Novo do Parecis (MT). Crédito: Divulgação 

24.10.18 – O Ministério do Turismo realiza, desde junho em todo o Brasil, uma série de palestras para instruir gestores locais e incentivar destinos a desenvolverem suas vocações turísticas.

Até o momento, o Diretor do Departamento de Ordenamento do Turismo, Rogério Coser, e a coordenadora-geral de Mapeamento e Gestão Territorial do Turismo, Ana Carla Moura, já visitaram dez municípios: Teresina (PI), Parnaíba (PI), Teresina de Goiás (GO), Vitória (ES), João Pessoa (PB), Bonito (PE), Mucugê (BA), Jataí (GO), Porto Velho (RO) e Campo Novo do Parecis (MT).

Os representantes do MTur apresentam às cidades a Política Nacional de Turismo, explicam os instrumentos do Programa de Regionalização e estimulam a capacitação para estruturação e ordenamento do setor nos destinos. O cronograma prevê mais três visitas durante o mês de novembro.

“Essa é uma das formas como conseguimos chegar até eles para fomentar o potencial turístico de cada cidade. Noto a necessidade que os representantes públicos e também os demais profissionais do turismo têm de aprender um pouco mais sobre a regionalização do turismo, criando ferramentas e políticas para desenvolver o setor e gerar renda por meio da atividade nos municípios”, conta a coordenadora Ana Carla.

Além de beneficiar os municípios, o Ministério do Turismo tem também a oportunidade de conhecer as diferentes realidades turísticas de cada região. É o caso da cidade de Campo Novo do Parecis (MT), a última a receber a visita. Na ocasião, a coordenadora Ana Carla conheceu as atividades turísticas desenvolvidas por tribos indígenas da região. 
Indígenas das aldeias Wazare, Ultiariti e Sacre II percorreram longas distâncias para participar do encontro com a representante do MTur.

Os representantes das tribos apresentaram a sua realidade e também aprenderam sobre legislação, recursos e iniciativas que podem contribuir para incentivar o turismo nessas áreas. “Percebo o interesse desses agentes não só pela movimentação financeira gerada pelo turismo, mas também pela busca da disseminação e preservação de uma cultura e de belezas naturais do nosso país”, ressalta Ana Carla.

Para o secretário nacional de Estruturação do Turismo, Totó Parente, o sucesso da iniciativa está em promover o alinhamento de agentes federais e municipais do setor, convergindo ações para temas prioritários do mercado de Viagens no Brasil. "O acesso ao Prodetur+Turismo, o crédito disponível pelo FUNGETUR e o Cadastur, por exemplo, são informações que levamos até lá para que os agentes locais saibam que estamos na mesma página. Pensar o turismo juntos é fundamental”, conclui.

registrado em:
Fim do conteúdo da página