Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > GESTÃO - MTur disponibiliza vídeo sobre o processo de classificação dos municípios no Mapa do Turismo
Início do conteúdo da página

GESTÃO - MTur disponibiliza vídeo sobre o processo de classificação dos municípios no Mapa do Turismo

O instrumento, que agrupa as cidades brasileiras em cinco diferentes categorias, orienta a formulação de políticas públicas para o setor

  • Publicado: Quinta, 31 de Março de 2022, 17h01
  • Última atualização em Quinta, 31 de Março de 2022, 17h13
  • Acessos: 304
31.03.2022 - Mapa categorização.png

 

O setor de turismo conta com um importante instrumento para conhecer o nível de desenvolvimento do turismo nos municípios brasileiros. E, desta forma, identificar as necessidades de investimento e as ações de promoção de cada região turística do país. Trata-se do Mapa do Turismo Brasileiro, cuja nova edição foi lançada nesta semana (Saiba mais AQUI). E, para esclarecer gestores públicos e profissionais que atuam no setor sobre o processo de classificação dos municípios, o Ministério do Turismo disponibiliza, agora, um vídeo que explica todas estas etapas e pode ser acessado AQUI.

Os municípios do país são classificados de A a E no Mapa do Turismo. Esta categorização leva em conta o desempenho da economia no turismo, a partir de algumas variáveis. Entre elas estão a quantidade de estabelecimentos de hospedagens e de empregos, a estimativa de visitantes domésticos e internacionais e a arrecadação de impostos federais nos meios de hospedagens.

“A proposta é explicar, de forma clara e objetiva, como funciona esse processo de ordenamento e classificação dos municípios no Mapa do Turismo. Cinco variáveis cruzadas dão origem a cinco categorias (A, B, C, D e E) diretamente relacionadas à economia do turismo. E, desta forma, tornar mais claro, inclusive, de que forma os secretários municipais e autoridades locais de turismo podem mudar a classificação das suas cidades”, explica o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

A ideia é alcançar, principalmente, a rede de interlocutores do Programa de Regionalização do Turismo (PRT), que conta com mais de três mil pessoas e atuam como disseminadores de informações para sensibilização e mobilização para a construção do novo Mapa do Turismo.

“O Ministério do Turismo está sempre em busca de maneiras de otimizar suas políticas e seus recursos. Desta forma, esta é mais uma estratégia para dar transparência ao nosso trabalho e melhorar o entendimento dos gestores municipais que atuam junto ao PRT”, destaca a secretária nacional de Investimentos, Parcerias e Concessões, Débora Gonçalves.

ATUALIZAÇÃO - O Mapa do Turismo Brasileiro 2022 registra 2.542 cidades de 322 regiões turísticas. Mas o processo de cadastramento segue a todo o vapor. Isso porque, a partir deste ano, gestores de turismo de todo o país podem atualizar informações ou cadastrar municípios a qualquer tempo e não mais a cada dois anos, como era o processo anterior. Com a medida, a plataforma de atualização permanece aberta durante todo o ano.

Posteriormente ao preenchimento das informações pelos municípios, os estados e o DF, por meio de seus órgãos oficiais de turismo, têm 30 dias para homologar os cadastros no sistema do Mapa e enviar para aprovação do Ministério do Turismo, que tem 15 dias para realizar a aprovação e incluí-lo no Mapa. Após a inclusão, este cadastramento tem validade de um ano.

 

Por Amanda Costa

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Viagens e Turismo
 
 
registrado em:
Fim do conteúdo da página